Chile promoverá lei de cabotagem de passageiros durante Seatrade Cruise Global

12 de Abril de 2019 4:22pm
Redação Caribbean News Digital Portugues
chile-cabotaje-Seatrade-Cru

Chile promoverá durante Seatrade Cruise Global, que se celebra em Miami, uma nova lei de cabotagem que autoriza o transporte de passageiros a bordo de cruzeiros com capacidade igual ou superior a 400 pessoas.

A regulação aprovada no passado mês de janeiro pelos parlamentares chilenos, permite o trânsito em território nacional para navios estrangeiros superiores ou igual a 400 passageiros e também possibilita esse transporte em naves menores a 400 passageiros quando não exista nave chilena disponível.

A titular da Subsecretaria de Turismo, Mónica Zalaquett, e a diretora do Serviço Nacional de Turismo (Sernatur), Andrea Wolleter, encabeçam uma delegação que participará nessa cidade dos Estados Unidos, em representação do país ante as principais linhas de cruzeiros e operadores de turismo do mundo.

No encontro, a representação chilena também procurará potenciar os dezesseis portos nacionais e os atrativos que os rodeiam, como são os vales vitícolas e a gastronomia autóctone.

Ao respeito, Andrea Wolleter, assegurou que “o encontro em Miami permite à indústria nacional relacionar-se de maneira direta com importantes atores do mercado mundial dos cruzeiros e, desta maneira, seguir potenciando este importante nicho turístico”.

“De fato, para 2030 estima-se que terá mais de 1,8 bilhões de viajantes de cruzeiros a nível mundial e estamos a trabalhar desde hoje para que grande parte dessa cifra visite o nosso país”, afirmou a diretora nacional de Sernatur.

Por sua vez, a subsecretaria Mónica Zalaquett valorizou a presença da delegação em Seatrade Cruises Global para fomentar esta atividade turística na costa do país.

“Com cada cruzeiro a cadeia produtiva que se ativa é enorme e devemos ser conscientes de sua importância. Com a cada chegada aumentam as compras em restaurantes, compras de lembranças, entradas a museus ou tickets de tours, também combustíveis para os barcos, alimentação, taxas e impostos e manutenção de portos”, apontou Zalaquett.

O número de chegadas de cruzeiros internacionais nos portos de Chile cresceu um 15,6% na temporada 2018-2019 com respeito à temporada anterior. Isto se traduz na chegada de 321.075 passageiros de cruzeiros com um crescimento de 19,6% com respeito ao mesmo período.

Estamos convencidos de que com os nossos mais de 4.300 quilômetros de costa e nossas belezas naturais podemos ser um destino de exceção para este segmento, já que com esta lei a indústria poderá oferecer cruzeiros dentre 5 e 7 dias, que representa um 90% da demanda atual por este produto”, enfatizou a subsecretaria.

A delegação chilena estará acompanhada por autoridades da Região do Biobío, os municípios de Vinha do Mar e Talcahuano, cinco empresas nacionais e a Corporação de Portos do Cone Sul e à agência de navegação de representantes de cruzeiros Inchcape para mostrar a sua oferta turística no evento que reúne as últimas tendências do rubro, além de uma oportunidade de networking e negócios para profissionais e autoridades públicas que visitam a feira.

 

Back to top
The website encountered an unexpected error. Please try again later.