Samaná, principal destino turístico na República Dominicana de janeiro a março

04 de Março de 2019 1:30pm
Escrevendo Caribbean News Digital
samana-republica-dominicana

O Escritório de Turismo da República Dominicana promove o país no primeiro trimestre do ano com o “grande espetáculo” que reúne a milhares de baleias-jubarte, na baía de Samaná, no sul do país, onde localiza-se um observatório terrestre desse animais.

   Os turistas podem ver às baleias macho, de até 40 toneladas, saltar sobre as ondas para captar o interesse das fêmeas, enquanto emitem uns sons característicos que podem ser escutados num rádio de 30 quilômetros ao redonda por embaixo da água.

    Ademais, entre 11 e 12 meses após juntarem-se, as baleias voltam para estas mesmas águas para dar a luz aos baleatos, que pesam uma tonelada ao nascer.

   Banco de Plata, em Samaná, está reconhecido desde o ano 1986 como Santuário dos Mamíferos Marinhos, um espaço consagrado pelo Governo dominicano à proteção destes animais e considerado ademais entre os melhores lugares do mundo para a observação da espécie das baleias-jubarte.

   Desde o Escritório de Turismo informam que diferentes empresas comercializam a excursão de barco para avistar às baleias.

   A península toda de Samaná está rodeada pelo Santuário dos Mamíferos Marinhos e em sua costa sul se localiza o Observatório Terrestre das Baleias, localizado em Ponta Balandra, foi inaugurado pelo Ministério dominicano de Meio Ambiente em 2011 e permite aos visitantes olhar desde a terra para às baleias que migram para essa área protegida do Santuário.

   “Visitar o Santuário das Baleias-jubarte de Samaná é uma experiência muito especial, que nunca defrauda aos viajantes, conscientes de que assistem a um espetáculo único da natureza”, comenta Karyna Font-Bernard, diretora do Escritório de Turismo de República Dominicana para Espanha e o Portugal.

   A Península de Samaná, situada na costa atlântica, conta com dois aeroportos, um internacional e outro para vôos domésticos. Destaca o Parque Nacional dos Haitises, que se estende sobre 600 quilômetros quadrados onde se alternam bosques de manglares, estuários, calas e ensenadas.

   O Ministério de Turismo de República Dominicana (Mitur) promove o turismo de natureza em o conjunto país e, em especial em Samaná, desde um enfoque primordial: a sustentabilidade.

   Com 32 parques nacionais e 15 reservas naturais repartidos por todo seu território e santuários marinhos como o de Samaná, as autoridades turísticas estão plenamente decididas a fomentar um turismo de respeito para o meio ambiente.

Back to top