#

"Gastronomia e Beleza" na cidade de Pelotas

19 de Novembro de 2018 10:28am
coordinador
"Gastronomia e Beleza" na cidade de Pelotas

A cidade de Pelotas destaca-se por ter uma dupla condição pois recebeu o tombamento de património material pelo conjunto arquitetônico e imaterial pela fabricação de doces.
Esta cidade tem certificação em 14 receitas de doces a base de ovos todos elas herdadas pela cultura brasileira através de várias tradições doceiras como a portuguesa, a pomerana, a francesa, a africana.
No âmbito da Feira Internacional de Turismo Festuris 2018, Caribbean News Digital teve a oportunidade de conversar em exclusiva com Lizandra Cardoso, diretora de turismo da cidade de Pelotas.
Na gastronomia vocês não são o prato principal, são a sobremesa?
-Se, a sobremesa. Nós temos uma gastronomia muito rica na cidade, estamos quase na fronteira com Uruguai então os churrascos são muito fortes em nossa cidade e o charque, porque produzimos charque vendido no norte do país principalmente na época das charqueadas. No princípio se começou fazer doce para os saraus, depois começou a ser comercializado em um momento de declive económico importante na região. Também temos a festa nacional do doce que se realiza todos os anos, no 2019 será de 5 ao 23 de junho. É uma festa que tem um movimento gigantesco, que traz gente de todo mundo e que mobiliza a economia da cidade. Segundo as estatísticas, no âmbito destas celebrações chegaram até a cidade mais de 280 000 visitantes no 2018, comercializaram-se mais de 2 milhões de doces que é bastante doce, e 600 apresentações artísticas foram feitas, foram atrações grandes e mais de 500 exposições. Esta feira já tem tradição no país principalmente em Rio Grande do Sul.
Vocês em sua comida normalmente têm carne, frango, porco têm receitas particulares históricas desta região?
-O charque, carreteiro de charque, bolinhos de charque. A maioria dos restaurantes principalmente nas charqueadas servem feijoada com carreteiro de charque que termina por ser mais tradicional.
Que outra oferta têm vocês para o turista?
- nós estamos em uma região lacustre, a região da costa doce, banhada pela lagoa dos patos. São 22 municípios com suas características. O município, Guaíba que é limítrofe com Porto Alegre que é a capital do estado, estamos a 220 km de Porto Alegre, distância que se pode fazer por estrada ou por via aérea mais temos aeroporto internacional nesta cidade.
Estamos em uma região muito prospera, com a questão das águas, onde as belezas naturais são sem dúvida uma parte importante na região. A parte gastronómica que também encanta e obviamente a questão do património, o património cultural com os seus casarões e as charqueadas que são as maiores motivações para que as pessoas visitem Pelotas.
Que companhia voa?
- A companhia azul.  Ao lado de Pelotas que é uma cuidem limítrofe temos outro aeroporto e temos um super porto pois Rio Grande é uma península pois tem uma lagoa a um lado e o oceano do outro.
Como visitar pelotas, qual é a melhor época do ano?
- Nós temos festa todo o ano. A festa do doce é nossa maior festa, realiza-se em nosso inverno, no mês de junho. Por exemplo realizamos em janeiro um festival internacional de música Sesc que atrai mais de 280 músicos do mundo para apresentar por um período de 15 dias.
Que temperatura têm como média?
- No nosso verão oscila pelos 30 °C, no inverno de 5 a 10 °C dependendo do dia. Em um dia um pouco mais outro um pouco menos mas geralmente frio no inverno com a temperatura média e não temos neve.  Normalmente nosso clima tem um colorido diferente pois estamos na região da pampa localizados em uma planície, é realmente muito lindo.
 

Back to top