Confirmam recuperação da indústria aérea em 2018

17 de Fevereiro de 2019 7:37am
Escrevendo Caribbean News Digital
companhias-aereas

O tráfico de passageiros aumentou 5,7% no último ano, o maior crescimento de 2015, para alcançar os 295,5 milhões de passageiros. Os dados, publicados no relatório 2018 da Associação Latino-americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) revelam um crescimento sustentado durante 15 anos das linhas aéreas de América Latina e o Caribe.   

Dos 16 milhões de passageiros adicionais que foram transportados em 2018, 82% correspondem ao mercado propriamente de América Latina, equivalente a um crescimento de porcentagem de 5,1%, se explica no relatório.   

Os mercados domésticos de Brasil, o México, Argentina, Chile e Peru foram responsáveis por mais que 90% do crescimento, ao transportar 12,2 milhões de passageiros adicionais.   

O relatório de ALTA detalha que "México cresceu 9,5% em seu mercado doméstico, Chile 16%, Peru 12% e Argentina 13%. O Brasil - o mercado doméstico mais importante na região – um aumento de 3,6% apontando dois anos seguidos por crescimento positivo depois da desaceleração mostrada durante 2015 e 2016. "   

Com um total de 64 rotas novas iniciadas -22 domésticas e 42 internacionais- os 2018 "foi um ano muito positivo para as linhas aéreas da região em termos de desenvolvimento de rotas", afirma a associação. Destas rotas, 25 eram internacionais dentro da região, 22 domésticas, e 17 de fora da região (14 para Norte América, três para a Europa e um para Oriente Médio).   

Mais dados…   

  • " O tráfico (RPK) cresceu 7.6% e a capacidade (ASK) aumentou 7.9%, com o que o fator de ocupação alcançou 81,7%, equivalente a 0.2 percentual menos que em 2017.   
  • " No tráfico internacional intra América Latina, as linhas aéreas da região transportaram 43 milhões de passageiros (+3.8% respeito os 2017).   
  • " O mercado de Argentina-Brasil foi o mais importante com um fluxo de 3,7 milhões de passageiros em 2018 (+4.9% respeito 2017).   
  • " O mercado internacional - extra América Latina transportou 30,1 milhões de passageiros, 11,2% mais que o ano prévio.
  • Norte América foi o mercado que mais cresceu em termos absolutos, com 2,7 milhões de passageiros adicionais, realçando o tráfico entre o E.U.A.-Brasil (+34%), México-E.U.A. (+11%), México-Canadá (+33.5%) e Guatemala-E.U.A. (+33%).   
  • " As linhas aéreas da região fecharam os 2018 com uma frota operativa de 1.962 aeronaves. Durante o ano se receberam 74 aeronaves de fuselagem estreita, 6 de fuselagem larga e 6 turboélices.   
  • " É considerado que durante o ano 2019 superarão os 300 milhões de passageiros.   

 

 

Back to top
The website encountered an unexpected error. Please try again later.